“YouTube está combatendo Deus”, diz pastor que teve canal banido pelo Google

Um canal cristão de notícias no YouTube foi banido da plataforma de vídeos do Google de forma permanente, sob a acusação de descumprir a política da empresa em vídeos publicados no passado.

O canal TruNews foi notificado na última segunda-feira, 02 de abril, que não poderá recuperar a conta. Um dos motivos do cancelamento foi uma análise do filme The Promise: The Truth About the Armenian Genocide, lançado em 2017.

O pastor Rick Wiles, fundador e âncora do TruNews, criticou os censores do YouTube como “os novos tiranos nazistas da tecnologia”. Ele revelou ainda, segundo informações do portal Charisma News, que o YouTube justificou o banimento por vídeos de notícias veiculados em 2014, além da análise do filme citado.

“Os ciberbullies do YouTube estão tão desesperados para silenciar cristãos e conservadores, e estão vasculhando anos de conteúdo de mídia, procurando por algo que ofenda suas preciosas mentes de floco de neve”, disparou o fundador do canal.

“Os flocos de neve esquerdistas americanos estão furiosos porque metade do país não escuta mais sua propaganda marxista idiota. Meus ancestrais eram membros da Igreja Reformada Alemã que fugiram da perseguição religiosa na Europa em 1700 e arriscaram tudo para vir à América para que pudessem adorar a Deus livremente. A liberdade corre em minhas veias. Meus ancestrais não foram silenciados, e eu não serei silenciado pelos Novos Nazistas do YouTube. Toda geração tem seus tiranos. Temos tiranos da tecnologia”, acrescentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress spam blocked by CleanTalk.